ZIP-Zonas de Influência Pedagógica

A ZIP é um órgão de apoio metodológico à formação, oferecendo também sugestões e estratégias de
trabalho que remetem para a constituição de comunidades de conhecimento e aprendizagem colaborativa.
Deste modo, a constituição, a organização e o funcionamento dessas comunidades compreende a transmissão para os seus membros dos processos e meios de orientação e controlo de objectivos, métodos e estratégias de desenvolvimento das aprendizagens, transformando-as em sistemas complexos que se vão ajustando às características dos seus membros.

 

Nas ZIP o trabalho organiza-se sob forma de negociações no sentido de obter as opiniões e experiências individuais para a construção de consensos no âmbito das explorações colaborativas dos cenários de informação.

 

O envolvimento dos seus membros em actividades significativas através da promoção de processos participativos de debate e discussão da criação de uma compreensão partilhada pelo grupo e a identificação e resolução de problemas reais é fundamental para o alcance dos objectivos previstos, ou seja, a elevação da qualidade das aprendizagens.

 

Funcionamento da ZIP

Na ZIP realizam – se encontros de trabalho em que se desenvolvem várias actividades visando a modalização da prática pedagógica, ou seja, realizam-se actividades que contribuem para melhorar o desempenho do professor nas aulas. Os encontros que nos referimos traduzem-se em: sessões de formação, planificação conjunta, acompanhamento e avaliação da prática docente, debates de temas, oficinas de trabalho, formações de curta duração, simulação de aulas, elaboração de material didáctico, etc.

 

Estrutura orgânica da ZIP

A organização estrutural da ZIP compreende três órgãos:
a. Círculo de Directores
b. Conselho Pedagógico
c. Conselho das Escolas da ZIP (CEZ)
A constituição e funcionamento dos órgãos acima indicados e descritos nos parágrafos abaixo,
não anulam o trabalho que deve ser realizado em cada uma das escolas que compõem uma ZIP.

 

A ZIP tem dependência administrativa directa da RME, DPE e metodológica do INFQE através das Escolas de Magistério. Quer dizer que o bom funcionamento da ZIP depende da organização interna e de como  ela interage com os restantes actores responsáveis pela formação e apoio metodológico dos professores,
técnicos e especialistas da Educação.

Partilhar